Menu fechado

WIP e Qualidade

Muita gente entende que trabalhar com #kanban é limitar WIP. Não é bem assim. O objetivo de um sistema #kanban não é limitar o WIP. O objetivo é melhorar o fluxo de valor de forma que WIP baixo seja possível. Limitar o WIP é um, dentre vários, estressor para fazer o sistema fluir. O #KMM mapeia muitas outras práticas, cerca de 150, para que você possa fazer o sistema fluir.

No #Kanan, limitar o WIP e manter o fluxo são fatores estressantes. Deve haver um mecanismo de reflexão em vigor para que o estresse leve a um ato de liderança que possa resultar em um sistema mais adequado para o propósito de agregar valor. De novo, o componente quadro, de um sistema Kanban, não irá resolver seu problema. Irá simplesmente evidenciá-lo. É reponsabilide sua, enquanto lider, resolver o problema.

Eu posso concordar que limitar WIP não é o propósito de um sistema #Kanban. Mas é o limite do WIP que cria uma restrição e que realmente permite que exista o fluxo. Funciona como uma alavanca. Reduzir o WIP pode não ser o resultado final desejado. Seu valor está trazendo fins que “importam” intrinsecamente, como maior capacidade de resposta às mudanças nas condições do mercado.

Imagine a água. Se você apenas derramar em algum lugar, ele espirra aleatoriamente. Se você fornecer uma restrição = uma mangueira, ela fluirá.

O mesmo com valor.

Coloque desta maneira: se sua empresa de alguma forma ganhou mais dinheiro aumentando o WIP, o que você acha que eles gostariam que você fizesse?

Logo, limitar o WIP, tem seus prós e contras. Sempre é e será um tradeoff.

Desta forma, tenha em mente que:

As restrições WIP são poderosas, mas elas não resolvem todos os nossos problemas.

As restrições WIP não garantem a seleção de um ponto operacional de alto rendimento.

As restrições de WIP não impedem o acúmulo gradual de variações nas etapas concatenadas do processo. As restrições de WIP não garantem que estamos processando o trabalho na sequência economicamente ideal.

Precisamos de ferramentas adicionais para resolver esses problemas.

 

Vários são os benefícios de se limitar o WIP em um sistema de trabalho utilizando Kanban. Um destes benefícios é a melhoria da qualidade.

E porque isto acontece?

Dentre os motivos principais, o que mais se destaca, é a questão da multitarefa. Trabalhar com várias tarefas “ao mesmo” tempo, reduz drasticamente a produtividade e, consequentemente, a qualidade.

Larry Maccherone, neste link (https://goo.gl/vTwibs) mostra que, quanto menor o WIP, melhor é qualidade.

wip_qualidade

Equipes com WIP baixo podem chegar a ter um índice de quatro vezes melhor de qualidade com duas vezes mais rápido ao atender o time to Market.

A troca de contexto pode afetar muito a qualidade do software. Para Don REINERTSEN, esta troca de contexto pode causar uma produtividade 30% menor, considerando somente duas tarefas.

troca_contexto

(REINERTSEN, Donald; BELLINSON, Tom. The principles of product development flow: second generation lean product development. 2014.),

 

Em suma, SÓ limitar o WIP não é solução para a gestão de fluxo.

Não vai fazer com que o cliente seja atendido em sua demanda.

Não irá fazer com que o seu negócio se torne ágil.

Logo, verifique os limites de WIP do seu quadro Kanban.

Avalie, ajuste, meça e evolua. Este é um dos grandes benefícios das métricas de gestão de fluxo.

É um começo.

Mas não é o fim.

Mas, o que mais precisa?

 

 

Até mais!

 

 

Reinertsten, D. G. (2009). The principles of product development flow: second generation lean product development. Celeritas.

Anderson, D. J. (2012). Lessons in agile management: on the road to Kanban. Blue Hole Press.

Anderson, D. J. (2010). Kanban: successful evolutionary change for your technology business. Blue Hole Press.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *